AnimaSAL - The novel

22 de ago de 2010

|
Olá pessoal!

Estou eu aqui nesse domingo monótono (com mta preguiça de estudar, na verdade) e tive a idéia de lançar aqui no blog uma paródia, do tipo das que sempre fazíamos no coreto. Não estou com muita inspiração hoje (não tomei fanta uva, q-), mas vou tentar fazer algo bem "novela", pra ir adicionando capítulos a medida em que a fertilização mental for surgindo xP. Peço ajuda dos outros blogueiros, pq de fato a história só terá graça se as coisas forem sendo adicionadas. Ainda não tenho bem um título para a obra, a gente decide isso depois que o enredo estiver encaminhado, né?

Capítulo 1 - O desastre à caminho?!

Era um belo dia na vida de Sakura Hinatsu (16 anos), vulga Shoyo. Ela estava descançando tranquilamente em baixo de um pé de jaca, depois de um dia cansativo de provas do segundo ano colegial. Ela deitou-se à sombra, aproveitando o ar puro de São Paulo e a vista nebulosa-acinzentada que cobria a cidade às 12:00 horas do dia. De repente, ela sentiu a larica atacando, e como estava na estação das jacas, ela logo pensou em pegar uma no pé, mas, como estava com preguiça, pegou os miolos de uma que acabara de cair ao seu lado, em cima do seu notebook.
Shoyo se deliciou com sua jaca e, de forma absoluta, se imaginou passeando pelo litoral em um Cros Fox amarelo, com o sol queimando o seu buço com blondô e água oxigenada, já que ela sempre adorava esses momentos de exposição solares para clarear os pelinhos indesejados. Alguns momentos após a deliciosa sensação de purificação proporcionada pelo clareamento do buço, Shoyo, em sua cutis morena-escura, iniciou um sono profundo ainda em baixo da "árvore de jaca-raio" - era assim como o seu avô adotivo costumava se referir à árvore milenar que existia na propriedade do seu padrasto, onde todos moravam.

Apesar daquele momento de inocência e descanço, do alto de uma algaroba na outra margem da marginal tietê, três olhos observavam Shoyo, com semblantes de inveja e ódio, além da cobiça. Aqueles olhos pertenciam não a uma pessoa, mas sim à duas pessoas: Enla Goodnight (24 anos) e Muri Eloid (69 anos)...

Em toda a cidade de São Paulo, poucas eram as pessoas que conheciam a verdadeira origem da família de Shoyo. A própria Shoyo não tinha a menor lembrança de onde nascera, e nem da sua mãe. Shoyo fora criada pelo padrasto e avôs, em São Paulo, estudando e tendo momentos de lazer sempre que desejou, como uma pessoa qualquer. Nunca gostou muito de praticar esportes, apesar de possuir uma habilidade excepcional em qualquer prova que o professor de educação física a obrigasse a realizar. Todos na escola a invejavam nesse ponto, mas intimamente tinham a certeza que era porque Shoyo tomava esteróides, fato que justificaria o seu buço.

Enla e Muri, no entanto, sabiam de um fato muito estranho, que poderia ser a chave para o entendimento da verdade do mundo: O real motivo do buço de Shoyo não era o uso de esteróides... Muri, sabia de uma lenda antiga acerca de um clã onde existiam apenas mulheres como chefes de família, e todas elas tinham habilidades excepcionais na arte de fazer pão. Seu físico era excepcional para esta arte, e como consequencia, se destacavam do resto dos humanos por apresentarem maior habilidade física em várias atividades, inclusive na hora de determinar quem mandava em casa. O que elas tinham em comum, era o buço lendário da padeira-mestre, hoje erroneamente vista como uma entidade mitológica chamada quimera. As traduções incorretas, nas quais a atual mitologia se baseia, afirmam que a quimera dizia aos transeuntes "Decifra-me ou te devoro", quando na verdade era a padeira-mestre que dizia "depila-me ou te esfolo", para os seus maridos desesperados. Como eles tentavam em vão retirar o buço da amada padeira, ela os matava com muita porrada.

Enla, ser andrógeno com vestimentas ambíguas e inspirações gagaístas, tinha interesse, assim como Muri, em desvendar os mistérios por trás dos poderes extraordinários da linhagem da padeira-mãe. Segundo os mesmos, a história sempre mostrou mulheres extraordinárias na liderança de povos e revoluções, e eles tem certeza que todas elas tem origem da padeira-mãe. Cleópatra, Joana D'arc, Elvira (a rainha das trevas), She-ha, e acredita-se que Madonna, são exemplos de mulheres cujos poderes são ocultos e misteriosos.

A aquela distância, Enla não poderia errar... Muri então subiu nos seus braços fortes e foi lançado de uma margem à outra do rio Tietê, caindo no meio do caminho, no entanto. Muri, apesar de idoso, apresenta vigor de jovem, e conseguiu utilizar a técnica de andar sobre as águas, pois já havia estudado muito os jutsus utilizados por Jesus na sua vinda à terra. Enla, desapontado(a), resolveu utilizar-se da física: Fez um braço de alavanca, e se lançou até a outra margem do rio, conseguindo cair após a árvore onde Shoyo dormia, causando, na queda, muita zuada. Muri, indignado com aquela zuadeira, puxou seu cajado de sua bolsa dimensional e utilizou uma técnica onde o silêncio se tornava absoluto onde o seu conjurador estivesse. Shoyo, que parecia estar saindo do seu sono, voltou a dormir tranquilamente... Enla, agora recomposto(a), retirou o excesso de folhas de sua peruca meio-loira-meio-vermelha e se ergueu, indo em direção à indefesa Shoyo.

Neste momento, Muri só teve tempo de se defender com seu cajado. O feitiço virou contra o feiticeiro: Com o silencio, nem Muri nem Enla perceberam a aproximação da Avó de Shoyo, Ana Botafogo, e do seu avô, Ronald Esper (ambos, 89 anos). Por pouco Muri não teve sua cabeça separada do corpo pela "tesoura corpórea" utilizada por Ronald Esper, técnica que ele costumeiramente utilizava para poldar a jaca-raio, na qual ele utiliza a sua musculatura interna da coxa para desferir um rápido, potente e cortante golpe. Com o cajado entre as pernas, que não quebrou por ser feito de adamantium, Ronald sentiu uma dor tremenda, como se a lâmina de sua técnica suprema tivesse sido facilmente quebrada. Enquanto isto, Enla já estava ao lado de Shoyo, e já havia se apoderado do seu notebook, que após ser atingido pela jaca-cadente, apresentava uma cobertura estilizada na cor amarela, exatamente do tipo que Enla estava desejando. Logo após este devaneio capitalista, Enla voltou-se ao objetivo de tudo aquilo: Abaixou-se e estendeu a mão para arrancar um pêlo do buço dourado de Shoyo.

Ao ver aquela situação calamitante, Ana Botafogo gritou louca em cristo, e iniciou sua "Dança suprema: Incêndio no salão!" Ana iniciou uma sequencia de passos calypsicos e joélmicos, pulando de onde estava para a frente de Muri em um piscar de olhos, realizando um triplo Twist carpado na face do invasor, que ainda teve de suportar o incêndio vindo dos membros inferiores em chamas de Ana. Muri, sem ter tido muito tempo, conseguiu apenas utilizar o "corpo broxante", técnica que torna o corpo e a mente do usuário frígidos, o que o protegeu da morte, no entanto, o deixou impossibilitado de lutar, já que também causa hipotermia séria no usuário. Vendo a situação de Muri, Ana Botafogo correu, segura em cristo, que iria derrotar Enla com a mesma facilidade. No entanto, Enla também sabia dançar conforme a música...


O que acontecerá com Shoyo?
A lâmina de Ronald destruiu-se de vez?
Será Enla Goodnight páreo para a explosiva Ana Botafogo?

Tudo isso e  mto mais no próximo capítulo!

Abraços do desocupado msés.


6 comentários:

Taly disse...

Isso porque não tomou Fanta Uva, né? Quero nem saber o estrago se tivesse tomado. Eu ri tanto, mas tanto, que me engasguei com o Pipo's que tava comendo HAUHAuahuahuHAuhauahuAHauhuA

Muito bom!!!!

Rodrigo Vilar disse...

wtf!!! caralho muito bom Msés, fico imaginando o poder que a fanta uva lhe daria caso vc tivesse tomado POKSDPOAKDPSOKDPSOAKDPAOK táhquepariu ein DPSOKDPOKPOkpok

Duducaico disse...

Huhauhaua eu ri

A££aNStears disse...

Maaaaaaaaaaannooooo do céu a parada é tensa hauhauhahuhua "depila-me ou te esfolo" show Msés kkkkkkkkkkkkk... bem que poderia ter participação de Beuryx e a Nêga Biju huhuahauh!

Manfrinni Leal disse...

Isso deve ter sido culpa de uma jaca q ele comeu...

Mega massa!!!
haiuahiuhiuhiauhiua

Dany disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Ele tomou TODAS!!! Entornou o pote mesmo! Q q isso?! kkk Amei Msés!!! kkkk

Postar um comentário

Momento Retrô

Visitas

Tecnologia do Blogger.